Celular e direção: 3ª maior causa de acidentes no BR

O uso do celular vinculado à direção é a terceira maior causa de acidentes fatais. No Brasil cerca de 150 motoristas morrem anualmente, como consequência desta prática. Os dados são da Abramet (Assossiação Brasileira de Medicina de Tráfego).

DETRAN (Departamento Estadual de Transito) divulgou os dados mostrando que o uso de celular enquanto dirige é a terceira maior causa de acidentes com vítimas fatais no Brasil. Quase 20% dos brasileiros admite que utiliza o smartphone enquanto está no trânsito.  Mesmo sendo uma infração gravíssima, com punição de sete pontos na carteira de habilitação e multa de R$293,47.

Paulo Renato Jotz, diretor de Marketing da Creare Sistemas, para o site Mundo conectado, afirma que “Ao verificar o celular, o condutor se distrai. E a distração se traduz em números assombrosos: três segundos de distração a 60 km/h equivale a percorrer 50 metros em condição de cegueira”.

Segundo o Detran, motoristas que fazem uso de seu celular enquanto dirigem tem 23 vezes mais chances de se envolver em um acidente.

Celular e direção: aplicativo Modo Trânsito

A Abramet realizou testes com condutores usando o smartphone enquanto dirigiam e sem usar. Os resultados foram que enquanto o motorista não usava o seu celular o número médio de infrações de trânsito era de 2,5, quando o smartphone estava sendo checado esse número quase dobrou, subindo para 4,75.

ideal é que os motoristas esqueçam do smartphone enquanto estão no volante e deixem para responder as mensagens e realizar chamadas com o carro estacionado. Para auxiliar nesse processo o Detran lançou o aplicativo Modo Trânsito, que silencia as chamadas e notificações de mensagens quando o motorista estiver conduzindo o seu veículo. Ele pode ser usado como uma alternativa para evitar acidentes.

Deixe uma resposta