Dispositivo eletrônico alerta sobre aproximação de acusados de violência doméstica

Um Dispositivo eletrônico alerta sobre aproximação de acusados de violência doméstica. A Justiça autorizou o uso pela atriz Cristiane Machado. Ela, é uma das primeiras mulheres a usar.

Cristiane foi vítima do ex-marido, o empresário Sérgio Thompson-Flores. Sérgio foi preso em 25 de novembro de 2018, após a atriz divulgar vídeos das agressões.

Na época a atriz informou em entrevista ao site UOL que o ex-marido a ameaçava através de cartas enviadas pelo advogado dele. “Ele manda cartas através dos advogados, tentando me aterrorizar, pedindo que eu saia de casa, que é nossa, e falando da divisão de bens…” disse a atriz.

No mesmo dia que recebeu o equipamento Cristiane foi avisada da aproximação de Sérgio, que estava a menos de 200 metros de distância dela.

Dispositivo eletrônico alerta sobre aproximação do agressor

De acordo com a medida protetiva o acusado deve manter uma distância mínima de 200 metros da vítima. Caso ultrapasse o limite, o aparelho emite um sinal sonoro e alerta a vítima.

No último dia 24, Cristiane estava em uma galeria na Zona Sul do Rio quando foi avisada da aproximação de seus ex-marido. O dispositivo funciona como um pager e recebe sinais da tornozeleira usada pelo acusado. Com a aproximação o aparelho começa a apitar e vibrar. O acusado também recebe uma mensagem na tornozeleira informando que ele está se aproximando da vítima.

Quando mais o ex-marido se aproxima o aparelho emite o apito mais alto. Segundo entrevista dada ao Jornal O Globo, o apito cada vez mais alto fez Cristiane entrar em pânico. “Fiquei desesperada. À medida que a distância entre nós ficava menor, o som do apito aumentava. Meu corpo tremeu por inteiro e tive medo de morrer. Na hora liguei para a Central de Monitoramento da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que monitora o aparelho. Fui instruída a ficar em local seguro e procurar a polícia”.

Deixe uma resposta