Cidadania

Embalagens ultrapassam pontas de cigarro em praias

Nariene da Silva Xavier
Escrito por Nariene da Silva Xavier em 19 de setembro de 2020
Embalagens ultrapassam pontas de cigarro em praias

As embalagens de biscoitos, doces e sacos de salgadinhos se tornaram o lixo de praia mais comum. O que ultrapassou pela primeira vez, as pontas de cigarro, que era o principal item encontrado.

Os dados foram divulgados no último relatório da limpeza anual de praias realizada pelo grupo Ocean Conservancy. Nele mais de 20,8 milhões de toneladas de lixo foram coletadas em 116 países em 2019. Isso corresponde a 32,5 milhões de itens coletados em apenas um dia.

A ponta de cigarro permaneceu em primeiro lugar durante os 34 anos da história de limpezas das praias do Ocean Conservancy. A mesma, ocupa o segundo lugar, com 4,2 milhões de pontas recolhidas. Embalagens de alimento estão no topo da lista, com mais de 4,7 milhões de embalagens individuais coletadas.

Dentre os itens entre os mais comuns estão relacionados a comidas e bebidas e a maioria deles não são recicláveis. A lista inclui garrafas e tampas de garrafas, canudos e mexedores, copos, tampas, recipientes descartáveis e sacolas de plástico. Embora garrafas sejam recicladas em grandes volumes, as embalagens plásticas leves são frequentemente rejeitadas pelas operações de reciclagem porque entopem as máquinas.

Em limpezas futuras, dependendo do número de voluntários e praias que serão limpas, a ponta de cigarro pode voltar ao primeiro lugar do pódio“, explica Nicholas Mallos, que dirige o programa Trash-Free Seas (Mares Livres de Lixo, em tradução livre) do Ocean Conservancy, para o site National geographic Brasil.

O fato de as embalagens de alimento terem chegado ao primeiro lugar destaca a produção não sustentável de embalagens descartáveis de uso único para comidas e bebidas”, diz. E para complicar ainda mais, muitas das embalagens de alimentos não chegam a ser recicladas pelos consumidores ou não podem ser recicladas de forma alguma, uma condição que, segundo Mallos, realça as “inadequações evidentes” no gerenciamento de resíduos plásticos na maioria das comunidades do mundo todo.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Replies to “Embalagens ultrapassam pontas de cigarro em praias”

Deilma fernandes

É lamentável o fato de sabermos que o povo está longe de ser educado , matéria interessante e que nos sirva de alerta temos que ter consciência de que p um mundo melhor temos que cuidar já

Lucas Mendonça

Olá Deilma! Realmente lamentável, em pleno século XXI e o homem ainda não se conscientizou que o lugar de lixo é no lixo. Mas não podemos jamais perder a esperança de que isso um dia vai mudar.

Continue acompanhando as notícias aqui no Dialogado, um abraço e até as próximas pautas! ♥

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”