Empresas de telecomunicações têm até dia 16 para criarem lista de bloqueio

As empresas de telecomunicações têm até o dia 16 de julho para criarem a lista “Não perturbe”. Falta pouco para o prazo de 30 dias dado pela Anatel chegar ao fim. As empresas precisam cumprir o que foi combinado com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com a medida estabelecida pela Anatel, as empresas de telefonia, TV e internet precisam cumprir o que foi acordado dentro do prazo.

Conforme o estabelecido pela Anatel, as empresas precisam disponibilizar uma lista “Não perturbe”. O objetivo é ajudar o consumidor que não aguenta mais receber ligações com ofertas de produtos e serviços.

Alguns estados já possuem a lista de bloqueio, são eles:

Empresas de telecomunicações criam lista “Não perturbe”: saiba como funciona

O cadastro faz parte de um banco de dados do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). Quando o cliente se cadastra o bloqueio não acontece de forma automática. Cada empresa fica responsável por consultar o banco de dados antes de efetuar a ligação, mas isso não tem ocorrido.

O consumidor que cadastrar o próprio número e continuar recebendo ligações deve procurar seus direitos. É só entrar no site do Procon e registrar uma reclamação. A multa que uma empresa pode pagar varia de R$657,96 até R$9,8 milhões.

Segundo o Procon de janeiro a abril deste ano ocorreram 12.654 reclamações. No mesmo período de acordo com o Reclame aqui foram feitas 1.424 reclamações. Esse aumento preocupa e a Anatel discute uma regulamentação para resolver o problema.

Deixe uma resposta