Cidadania

Menores de idade estariam entre as vítimas de João de Deus

Aline Carvalho
Escrito por Aline Carvalho em 10 de dezembro de 2018
Menores de idade estariam entre as vítimas de João de Deus

Entre as vítimas de abuso sexual do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, estariam menores de idade.

Um dos casos, ocorrido na Casa de Inácio de Loyola em Abadiânia (GO), onde o médium atendia, é o de uma jovem, que diz ter sido violentada pelo menos dez vezes quando tinha apenas 11 anos. O relato foi mostrado ontem pelo “Fantástico”.

“Ele pediu para eu colocar a mão para trás e eu senti uma coisa estranha e comecei a chorar e disse: “O que é isso?”. Assim, ele falou: “É o que vai te curar”. Então, ele veio na minha frente e fez o que fez comigo. Tudo o que você pode imaginar”. Disse a mulher hoje com 41 anos.

A ameaça, segundo ela, era tanto física quanto psicológica. “Fica de costas, fecha os olhos e não abra em hipótese alguma. Se você abrir, vai ficar cega, porque a luz é muito forte”.

Ao todo, 25 vítimas procuraram o “Fantástico” para relatar abusos sofridos. Segundo elas, os crimes ocorriam desde a década de 1980. Assim, entre as menores de idade, uma delas revela ter sido vítima quando tinha 15 anos. Os pais foram pedir ajuda para o médium porque a menina estava depressiva e não saia da cama.

O Ministério Público de Goiás confirmou, ontem, que João de Deus já vinha sendo investigado pelo órgão desde o primeiro semestre de 2018. Assim, nessa época, a procuradoria de Abadiânia começou a receber as primeiras denúncias.

As primeiras denúncias de abuso contra o médium foram reveladas no programa “Conversa com Bial”, da TV Globo, na noite de sexta-feira.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”