Cidadania

Navio de 200 mil toneladas desencalha no canal de Suez após 6 dias

Bruno Albuquerque
Escrito por Bruno Albuquerque em 29 de março de 2021
Navio de 200 mil toneladas desencalha no canal de Suez após 6 dias

O navio porta-contêiner Ever Given desencalhou no canal de Suez no Egito na madrugada dessa segunda-feira (29). A embarcação de 200 mil toneladas e 400 metros de comprimento gerou um bloqueio em uma das rotas comerciais mais importantes do mundo. Como resultado, já existiam até o final de semana, cerca de 230 barcos na espera para conseguir passar pelo canal. De acordo com o serviço Lloyd’s List Intelligence, o bloqueio pode gerar um prejuízo de quaEse 10 bilhões dólares por dia.

A empresa que administra o navio, a Evergreen Marine Corp afirmou que o encalhe aconteceu devido as fortes ventanias e uma tempestade de areia. Entretanto, Osama Rabie, presidente da Autoridade do Canal de Suez (SCA), relata que erros humanos podem ter sido os verdadeiros culpados. “Outros erros, humanos ou técnicos”, citou o presidente da SCA.

As operações para o desencalhe do Ever Given já haviam começado desde da última semana. Durante esse processo, o presidente do Egito, Abdel Fattah el-Sisi ,decretou o início dos trabalhos para descarregar o cargueiro. Ele afirmou que retirar parte dos contêineres seria a única desencalhar o navio. A medida é primeira que o presidente toma na operação do desencalhe da embarcação.

Na manhã dessa segunda-feira (29), a SCA declarou que com o aumento da maré no canal, o Ever Given tinha sido “reflutuado com sucesso”. Além disso, diz que retomarão a navegação assim que assumirem o controle total do navio. Os barcos que esperam vão conseguir passar pelo canal em cerca de três dias.

Impactos do encalhe do navio Ever Given

Com efeitos em curto prazo o encalhamento do navio já tem chances de causar prejuízos. O problema pode acarretar a falta de recursos de diferentes tipos, desde de mercadorias para a indústria automotiva, papel higiênico e componentes eletrônicos . Por exemplo na China já falta café solúvel em algumas províncias. De acordo com as informações fornecidas pela SCA, cerca de 10% do comércio marítimo passa pelo estreito egípcio. Similarmente, 10% da produção de óleo bruto é transportado pelo mesmo caminho.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”