Polícia acha depósito de remédios abortivos e anabolizantes

A polícia encontrou dezenas de caixas de remédios sem receitas e proibidos. Casal preso é acusado de operar um dos maiores sites ilegais de vendas do país.

A polícia encontrou nesta sexta-feira (9) um depósito de medicamentos vendidos ilegalmente no Rio. Assim, os donos seriam um casal que foi preso na quinta-feira (8). Eles foram acusados de operar um dos maiores sites de vendas de medicamentos ilegais do país.

Dessa forma, dezenas de caixas lotadas de remédios sem receitas e ilegais, incluindo anabolizantes e abortivos, foram achadas em um apartamento dentro de um condomínio em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Então, o site onde eles vendiam os remédios vai ser retirado do ar.

Polícia prende suspeitos na operação Eros

Além do casal, foram presas na quinta-feira (08), três pessoas suspeitas de serem integrantes de uma quadrilha que comercializa remédios proibidos. Todos controlados e ilegais e eram entregue pelos Correios. O esquema interestadual oferecia, há pelo menos 12 anos, abortivos, ansiolíticos, “rebites” e outros remédios controlados e ilegais. A operação foi batizada de Eros.

Os medicamentos eram comercializados na internet, através de grupos de aplicativos de celular e através de site. No ar desde 2006, o site comercializava medicamentos para clientes de todo o território nacional e as encomendas eram postadas nas agências dos Correios de Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Deixe uma resposta