Cidadania

Retorno às aulas da rede estadual tem baixa adesão no RJ

Karen de Souza Venancio
Escrito por Karen de Souza Venancio em 21 de outubro de 2020
Retorno às aulas da rede estadual tem baixa adesão no RJ

Segundo a Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro, o retorno às aulas presenciais na última segunda (19) teve apenas 5% de adesão pelos alunos. A liberação atendia as escolas da capital e de mais dezesseis municípios do Estado. Isto, para apenas as turmas da terceira série do Ensino Médio e de Educação de Jovens e Adultos (EJA), que completaram sete meses afastados da escola devido a Covid-19. 

A medida de retorno às aulas presenciais foi anunciada no início de outubro, pelo governador em exercício Cláudio Castro, para 126 mil alunos. Na ocasião, foi definido que os estudantes dos demais anos letivos só teriam aula presencial em 2021, já que a prioridade é atender os alunos que vão fazer as provas do Enem.

Para o secretário de educação do estado, Comte Bittencourt, a determinação busca minimizar os prejuízos causados pela pandemia. Segundo Bittencourt, todas as escolas receberam recursos para a adaptação aos protocolos sanitários. Além disso, a modalidade de ensino remoto seguirá sendo oferecida e a opção também vale para professores e funcionários. 

Ainda assim, a retomada gradativa provoca divergências entre sindicatos, pais, alunos e gestores, principalmente, por apresentar um risco de propagação do coronavírus.

“Temos um governo que não foi capaz de pensar na educação para estudantes das escolas públicas, das diferentes realidades e dos territórios do estado do Rio de Janeiro. Não vai ser agora que vai acontecer um milagre. O Enem é extremamente importante, mas ele deveria ter sido cancelado ou adiado para uma data possível de todos realizarem”, disse Dione Lins, coordenadora-geral do Sepe (Sindicato dos Profissionais do Ensino) ao portal G1

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”