Cidadania

RJ planeja metrô leve para o Aeroporto do Galeão, saiba mais

Karen de Souza Venancio
Escrito por Karen de Souza Venancio em 17 de março de 2021
RJ planeja metrô leve para o Aeroporto do Galeão, saiba mais

No último mês, a Secretaria de Estado de Transportes informou que, em parceria com a concessionária RioGaleão, elaborou um projeto que prevê a criação de um metrô leve de superfície. Isto, com o objetivo aumentar o número de passageiros do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na Ilha do Governador, Zona Norte da capital.  

O investimento de R$ 2 bilhões é um projeto de 17 quilômetros de extensão e com sete novas estações (percorridas em 15 minutos), que visa atender não apenas os turistas, mas também os moradores das localidades por elas cortadas. E, dessa forma, desafogar o serviço da dependência exclusiva da demanda do aeroporto do Galeão.

Foto: Divulgação/Governo do RJ

A matriz dessa linha seria a estação do Estácio, onde os passageiros já fariam o check-in e poderiam despachar suas bagagens. O percurso será feito às margens da Linha Vermelha, onde as demais estações seriam: Rodoviária, Into, Vila do João, Maré, Hospital Universitário Clementino Fraga (Ilha do Fundão) e Galeão. No Fundão, a ideia é atender a comunidade acadêmica da Cidade Universitária da UFRJ e as empresas instaladas no Polo Tecnológico do campus. Além disso, no local, haverá integração com o BRT Transcarioca.

“Esse modelo reproduz o que acontece nos aeroportos mundo afora. A medida é fruto de um pacote de ações para ativar o aeroporto, aumentar seu número de passageiros e impulsionar o número de empregos no estado. Um aeroporto internacional é um motor econômico que precisa ser alimentado e esse projeto vai aumentar a demanda de passageiros e facilitar o acesso ao aeroporto” explicou o secretário de Estado de Transportes, Delmo Pinho.

O projeto para aumentar o fluxo de passageiros do Galeão inclui também uma operação especial de segurança para as linhas Vermelha e Amarela, a ser estudada pela secretaria fluminense de Polícia Militar

Segundo a concessionária RioGaleão, o fluxo de passageiros do aeroporto em 2019 foi de 14 milhões. De acordo com o projeto, obtido com exclusividade pela CNN, o novo serviço pode transportar diariamente até 130 mil pessoas quando consolidado. No entanto, ainda sem recursos para arcar com a obra, o estado do Rio busca uma parceria com a União para empregar os recursos pagos pela concessionária RioGaleão ao governo federal.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”