Cidadania

Volta às aulas das escolas particulares é adiada mais uma vez

Suellen Christine Sales da Silva
Escrito por Suellen Christine Sales da Silva em 6 de outubro de 2020
Volta às aulas das escolas particulares é adiada mais uma vez

A volta às aulas das escolas particulares foi adiada, mais uma vez, no último sábado (3) em assembleia virtual. Segundo nota do Sinpro-Rio, sindicato dos professores, a decisão foi tomada pela sexta vez em três meses.

O retorno das aulas foi liberado na tarde de quarta-feira (30) pela Justiça. Com isso, já na quinta-feira (1º), aproximadamente 20% dos colégios abriram, segundo o Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe Rio). As escolas estavam fechadas desde março por causa da pandemia de covid-19.

Entretanto, apesar da decisão da Justiça, os professores decidiram manter a “greve pela vida”. A medida em questão foi tomada em uma assembleia que reuniu mais de 400 professores. Esta, promovida pelo Sindicato dos Professores do Município do Rio e Região (Sinpro-Rio).

Segundo o sindicato, os profissionais só irão retornar com base em rígidos protocolos de segurança. O vice-presidente do Sinpro-Rio, Afonso Celso Teixeira, explica que a decisão do retorno facultativo deixa explícita a vontade das autoridades de não se responsabilizarem pela retomada.

Essa decisão vale para o Município do Rio. No sábado, nos reunimos com mais de 400 professores e cerca de 85% decidiram pelo não retorno às atividades presenciais. A gente entende que essa decisão judicial, permitindo de forma facultativa esse retorno, é contraditória. Esse caráter facultativo já demonstra que ninguém quer se responsabilizar“, completa o vice-presidente, Afonso Celso Teixeira.

O sindicato também ressalta que, por decisão da Justiça trabalhista, as escolas não podem obrigar funcionários do grupo de risco a voltarem, bem como precisam garantir a testagem dos demais antes do início das atividades em sala de aula. 

Cabe destacar que o ensino remoto irá continuar e a volta às aulas das escolas particulares só retornará com garantia das autoridades de Saúde.

Ademais, no próximo sábado (10), o Sinpro-Rio vai convocar uma nova reunião de professores pelo aplicativo Zoom.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”