Campanha Janeiro Branco visa ajudar 13,2 milhões de pessoas no Brasil

A campanha Janeiro Branco tem como objetivo chamar atenção para a saúde mental e promover conhecimento e compreensão sobre temas como depressão, ansiedade e fobias. Assim, o psicólogo Leonardo Abrahão criou a campanha em 2014 visando ajudar 13,2 milhões de pessoas que sofrem com algum transtorno mental no Brasil.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma a cada quatro pessoas sofre ou sofrerá com algum transtorno mental durante a vida. Só a depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas em todo mundo e é a principal causa de incapacidade. Mesmo assim, ainda de acordo com a OMS, os investimentos dos países no tratamento não correspondem à alta demanda.

Além do baixo investimento, ainda existe o preconceito contra as doenças mentais. “Muitas pessoas tem problemas mentais graves e fogem do psiquiatra, de psicólogos. Às vezes até vão ao neurologista para dizer que não são loucos. Pois existe um grande estigma relacionado as doenças mentais, muito mais do que qualquer outra doença“, explica o psiquiatra Elie Cheniaux, professor titular da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Dessa forma, a campanha conta com palestras, rodas de conversa, distribuição de folhetos informativos, entre outras ações em diferentes estados brasileiros. A princípio, um dos principais focos da campanha são os jovens. De acordo com os idealizadores, nos últimos três anos o número de atendimentos no SUS a jovens com depressão aumentou 118%.

Campanha Janeiro Branco incentiva a prática de esportes

O psiquiatra Elie Cheniaux afirmou que a prática esportiva tem efeitos sobre a depressão e ansiedade. Isto é, fazer exercícios traz inúmeros benefícios psicológicos como a felicidade, redução do estresse, melhoria da memória e geração de aumento da capacidade cerebral, prevenção do desgaste cognitivo, melhoria da qualidade do sono, desenvolvimento de habilidades emocionais e por fim, alívio dos transtornos mentais.

Ademais, a escolha do mês de janeiro não é por acaso. O período de fim de ano e início de um novo, pode causar ou aumentar a ansiedade pela frustração de não ter cumprido metas ou anseio por mudanças. Assim sendo, embora seja liderada por psicólogos e outros profissionais da área, a ideia da campanha Janeiro Branco é que, aos poucos, uma cultura da saúde mental seja fortalecida e disseminada na sociedade brasileira, com desmistificação de crenças populares sobre o assunto.

Deixe uma resposta