Saúde

Idec lança plataforma de alimentos saudáveis na pandemia

Karen de Souza Venancio
Escrito por Karen de Souza Venancio em 28 de outubro de 2020
Idec lança plataforma de alimentos saudáveis na pandemia

No início deste mês, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) lançou a plataforma Comida Verde para conectar consumidores e iniciativas que comercializam alimentos saudáveis e que funcionam durante a pandemia.

A ferramenta tem por objetivo apoiar a economia local e estimular os circuitos curtos de abastecimento, aproximando quem produz de quem consome. Dessa forma, ao acessar a plataforma, o usuário pode encontrar projetos de agricultura familiar, de pequenos produtores e dos sistemas de produção orgânica e agroecológica em todas as regiões do Brasil.

De acordo com Rafael Arantes, em entrevista aos site do Idec, é importante informar as pessoas que, além dos supermercados, existem canais alternativos para o abastecimento, tanto em pontos de venda físicos quanto em locais, na modalidade de entrega a domicílio. “A lógica do atual sistema alimentar tem sido incapaz de gerar saúde respeitando os limites do planeta. Essa dinâmica tende a se intensificar ainda mais durante a pandemia. Por isso, é importante refletirmos sobre os padrões de produção e consumo de alimentos”, destaca.

Características da plataforma

Para os produtores ou quem quiser contribuir, é possível fazer novos cadastros. Para isso, é preciso acessar um formulário e preencher as informações. Após o envio, o Idec faz uma breve análise e torna a iniciativa visível no site. Por fim, outra característica da Comida Verde é que seu funcionamento acontece de modo colaborativo e com auxílio de várias organizações parceiras, como a ABA (Associação Brasileira de Agroecologia) ou o IBO (Instituto Brasil Orgânico).

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”