Avenida Brasil registra redução de roubo de cargas em janeiro

A Avenida Brasil apresentou uma queda no número de roubo de cargas em janeiro. É o que aponta um estudo divulgado na última quinta-feira (14) pelo ISP (Instituto de Segurança Pública) do Rio. Na comparação com o mesmo período do ano passado, os roubos de automóveis caíram de 335 para 201, ou seja, houve queda de 40% nessa avaliação. Já o número de roubo de cargas passou de 84 para 42, desse modo representando uma queda de 50%.

Dos 3.786 roubos de veículos no estado ocorridos em janeiro, 6% ocorreram em rodovias federais e 5,3% ocorreram na Avenida Brasil. A rodovia BR-101 foi a segunda via com mais registros desse crime, com 2,9% do total. Seguido da BR-116, com 52 casos, ou seja, 1,4% do total.

Sobre os roubos de carga, a Avenida Brasil representou 5,7% do total de casos no estado, isto é, 42 casos registrados. Ao todo foram 740 registros desse crime no estado, as rodovias federais representaram 10% do total, a BR-116 por exemplo, foi a segunda via a registrar mais ocorrências, dessa forma sendo 30 casos, ou seja, 4,1%. Já a BR-040 ficou em terceiro com 21 casos, ou seja, 2,8% do total de casos registrados.

Apesar de redução de indicadores, patrulhamento da Avenida Brasil ainda é desafiador

De acordo com a Secretaria de Estado da Polícia Militar, responsável pelo patrulhamento da Avenida Brasil, uma vez que a via não é federal, do mesmo modo, com a redução desses indicadores de crime, o policiamento continua sendo dessa forma, um grande desafio, já que a via tem quase 60 km de extensão.

Segundo o porta-voz da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Mauro Fliess, a complexidade do policiamento na Avenida Brasil envolve o planejamento de segurança, já que se trata de uma via que é cercada por dezenas de comunidades dominadas pela atuação das facções criminosas. Ainda assim, para o coronel Fliess: “A ampliação do policiamento ostensivo ajudará a reduzir a ação de criminosos, e os números de janeiro demonstraram isso”.

O reforço do policiamento na Avenida Brasil, e a atenção especial as vias expressas da região metropolitana estão entre as prioridades da Secretaria de Estado da Polícia Militar, anunciadas pelo secretário Rogério Figueiredo de Lacerda. Assim sendo, o BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Expressas), recebeu, o reforço de 18 picapes para o patrulhamento.

De acordo com o coronel Fliess, uma nova redução nos índices do ISP é esperada para o mês de fevereiro, tanto na Avenida Brasil, quanto nas demais vias expressas do estado.

Deixe uma resposta