Suzano: Treze professores já haviam registrado casos de agressão

Suzano (SP) – De acordo com dados da pesquisa Prova Brasil, esta, feita em 2017, 13 dos 16 professores da Escola Estadual Raul Brasil, relataram casos de violência.

Assim sendo, foram registrados casos como agressões físicas e verbais, essas, ocorridas de alunos contra alunos, no entanto também houve casos de agressões desse modo, ocorridas entre alunos contra professores.

Diretoria de escola em Suzano desconsiderou indisciplina

Esse questionário também foi preenchido pela diretoria da escola. Entretanto, a época, a escola não considerou grande a indisciplina dos alunos, e afirmou que há projetos para combate da violência e do bullying escolar.

Os dados registrados foram analisados pela organização interdisciplinaridade e evidências no Debate Educacional (Iede). Segundo o Órgão, mesmo com casos registrados de violência, não se pode estabelecer um paralelo com o massacre ocorrido na última quarta-feira (13).

Para o diretor do Iede, Ernesto Martins Faria: “Esse caso é muito excepcional, muito fora da curva. Agressão verbal, mesmo que a gente não deseje, acaba sendo recorrente.”

Deixe uma resposta