Black Friday 2019: dicas para não cair em golpes ou fraudes

Black Friday 2019 só acontece oficialmente na próxima madrugada, dia 29, mas já podemos sentir o gostinho das promoções e descontos que tanto adoramos ao longo desta semana. Muitas lojas estão preparadas para receber milhões de pedidos na data e os consumidores também querem aproveitar ao máximo.

Estima-se que as vendas desta Black Friday 2019 terão um aumento de 7%, e esse número deve aumentar para até 10% se considerar o período posterior com as compras de Natal. Então, com tanto dinheiro circulando na internet, há mais chances de ser pego de surpresa com um cibergolpe.

No entanto, é importante ficar atento para não ser vítima de golpes ou fraudes, muito comuns nessa época do ano. “Como inúmeras práticas são aplicadas por grandes varejistas, essa data acaba sendo uma isca para os consumidores impulsionados pelo clima gerado pela mídia que permeia o assunto”, explica Achiles Júnior, coordenador dos cursos de Marketing e Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, para a revista Claudia.

Dicas para não cair em golpes ou fraudes no Black Friday 2019

Preço bom demais para ser verdadeiro

Outra estratégia que criminosos adotam em épocas como a da Black Friday é a de oferecer descontos gigantescos, que deixam o preço do produto muito mais barato do que qualquer outra promoção em lojas de renome. Então sempre desconfie de descontos que parecem bons demais para serem verdade, pois normalmente eles são falsos.

Acompanhe a variação de preço do produto que deseja comprar na Black Friday; assim, você se certifica que a oferta está compativel com o esperado, ou desconfia que se trata de uma armadilha.

Planeje suas compras

Sabemos que é um momento de muita emoção e euforia, afinal, são grandes descontos que te possibilitam comprar aquele produto tão desejado. Mas não se esqueça de pensar racionalmente!

É fundamental o planejamento das compras, bem como refletir sobre a real necessidade de aquisição do bem pretendido, uma vez que 90% das aquisições são frutos de causas emocionais”, explica Achiles Júnior.

O golpe do “comprou e não chegou”

Outro golpe muito comum de acontecer em épocas como a da Black Friday é o “comprou e não chegou”. Sabe quando compra um produto acreditando que a loja é verdadeira, fornece seus dados pessoais, realiza o pagamento, e jamais recebe o que comprou? Então!

Para não ser enganado por esse tipo de golpe, a dica é só fazer compras com desconto em sites conhecidos e seguros, atentando-se a selos de segurança presentes na página. Contudo, muitos sites falsos forjam esses selos para fingirem que são autênticos; então caso queira muito um produto oferecido em um site do qual nunca ouviu falar, procure avaliações do mesmo no Google e nas redes sociais.

Tenha um cartão virtual

O cartão virtual, segundo Achiles, é mais seguro que o cartão físico, por impedir a atuação de crime no ambiente da internet. “É a mesma razão pela qual você deve evitar andar com dinheiro no bolso”, analisa. 

Deixe uma resposta