Tecnologia

Mercado de games deve movimentar US$2 bilhões no Brasil em 2021, entenda

Bruno Albuquerque
Escrito por Bruno Albuquerque em 6 de maio de 2021
Mercado de games deve movimentar US$2 bilhões no Brasil em 2021, entenda

Um estudo realizado pela empresa Neezoo, especialista em análises do mercado de games, afirmou que o setor movimentará dois bilhões de dólares em 2021. A divulgação da pesquisa aconteceu durante o BIG Festival 2021, o maior festival de jogos independentes da América Latina. De acordo com o levantamento, o Brasil possui os maiores rendimentos desse mercado na América Latina. Junto das receitas mundiais, o setor arrecadou mais dinheiro que o setor esportivo e a indústria cinematográfica.

Com o isolamento causado pela pandemia de Covid-19, em 2020, houve um aumento na procura dos brasileiros pelo mercado de games. Segundo a Rede de Cartões Visa, na pandemia, se registrou um crescimento de mais 100% nas compras de jogos ou expansões com cartões, entre o fim de 2019 e o meio de 2020. No entanto, as despesas continuam em estabilidade, estima-se que cada consumidor gaste R$51. Salvo em março, quando se registrou uma leve crescida, quando o ticket chegou a R$ 56.

Por ser um segmento pensado para as pessoas ficarem dentro de casa, os jogos acabaram sendo um caminho usado por muitos como meio de distração” afirmou Thiago Alves, chefe de parcerias da equipe de eSports, ‘Red Canids”. O gênero que mais arrecadou foi o “Battle Royale”, principalmente com o Fortinite. Segundo a Epic Games, detentora dos direitos, o game tem 200 milhões de usuários ativos e movimenta mais de um bilhão de dólares por ano.

Pontos negativos do isolamento no mercado de games

Entretanto, o isolamento não trouxe apenas coisas positivas para a indústria. Houve casos de adiamentos constantes de lançamentos previstos para o ano passado, e quando lançados, os jogos estavam incompletos. Similarmente, tiveram funcionários de grande empresas que foram forçados a trabalhar sem hora para terminar. Esse regime polêmico tem o nome de “crunch”. O caso mais famoso desse fato é o jogo “Cyberpunk 2077” que saiu em dezembro. Ele chegou incompleto e causou uma enorme quantidade de devoluções nas versões de console e computador.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”