Tecnologia

Mulheres conquistam mais espaço em tecnologia

Nariene da Silva Xavier
Escrito por Nariene da Silva Xavier em 13 de março de 2021
Mulheres conquistam mais espaço em tecnologia

A participação das mulheres no mercado de trabalho, inclusive em profissões que historicamente sempre houve mais homens, como as de tecnologia, ganha cada vez mais espaço. De acordo com uma pesquisa da Revelo, plataforma de soluções tecnológicas para a área de recursos humanos, em 2020, 54% dos profissionais de marketing digital já eram mulheres. Em finanças, área predominantemente masculina, as mulheres ocuparam 48% das vagas.

Ainda de acordo com a pesquisa,  as mulheres têm baixa representatividade em cargos de liderança. Nem metade das mulheres (43%) que atuam com marketing digital estão em cargos de liderança. O mesmo acontece em finanças (42%).

Na Revelo acreditamos que o ponto de partida para vencer essa corrida são dados e pesquisas que demonstrem como o mercado se comporta hoje. Começamos a fazer lição dentro de casa e eu sou parte dela. Se todas as empresas se comprometerem com diversidade esse número deverá melhorar, caso contrário ele pode regredir”, comenta Patrícia Carvalho, diretora de Experiência do Candidato e de Marketing da Revelo, ao site Valor investe.

Outro dado que também foi muito destacado e que teve um grande aumento foi a contratação de mulheres em carreiras de tecnologia. Em 2017, elas respondiam por 10,9% das vagas. Em 2020, o número subiu 12%. O levantamento foi feito com base nas mais de 20 mil empresas e 1,5 milhão de candidatos cadastrados na plataforma.

A pesquisa também notou que em todas as carreiras, houve um crescimento percentual de convites para entrevistas destinadas às mulheres. Entre 2017 e 2019, o volume passou de 12% para 17%.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”